A novela “Arapongas Esporte Clube” ganha mais um capítulo… Depois do prefeito de Arapongas Sérgio Onofre da Silva dar entrevista na qual disse que o time de  Renato Rodrigues não jogaria mais, o atual presidente Renato (isso mesmo), garantiu que o clube entrará em campo no próximo Domingo (21) para enfrentar o já eliminado GRECAL, jogo este marcado para o Estádio dos Pássaros às 15h30m.

RENATO AINDA PRESIDENTE? 

Por incrível que pareça, sim, Renato Sousa Rodrigues é o presidente do Arapongas Esporte Clube. O motivo? O próprio Renato explica:

“Fizeram de tudo para passarmos o cnpj. passamos, mas devido a derrota do arapongas para o nacional – e até antes disso – sequer foram atrás de assinar os papéis, UMA VEZ QUE O CONTRATO FOI FEITO DIA 4 (de outubro). AGORA QUE O CLUBE TEM CHANCES QUEREM NOVAMENTE O CNPJ MAS EU NÃO DOU MAIS. NÃO QUISERAM NA DERROTA, AGORA É MEU”.

O que o presidente Renato quis dizer é que o grupo de apoio, ou pelo menos um de seus ajudantes chamado Zé Antônio, iria assumir o clube. Até fizemos uma matéria sobre isso! 

Com a permanência do agora (novo) “velho” presidente, a questão que fica é: O que esperar do time para a última rodada? Pelas informações que tivemos, o técnico Itamar Bernardes não continuará no cargo, assim como os atletas que iniciaram o estadual da série C. Se foram pagos ou não, ainda não sabemos.

Mas…Será que de fato o Arapongas terá novos atletas?

Caso haja, os novos atletas deverão aparecer no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e são eles que terminarão a competição com o Arapongas, podendo ser apenas mais um jogo ou mais três, caso a equipe se classifique para as semi-finais. Ainda não sabemos suas posições e outras características, tão logo saibamos informaremos por aqui. Mas vale uma pergunta: os novos jogadores do Arapongas estarão a altura do elenco que foi embora? Dará certo? Aguardemos…

ARAPONGAS E SEUS ÓTIMOS JOGADORES

É inegável que todos os jogadores que começaram a terceira divisão juntamente com o técnico Itamar Bernardes são de extrema categoria. São atletas de primeira divisão e que, dentro do possível, mostraram seu valor ao torcedor araponguense. Temos a certeza que se tudo estivesse correndo normalmente, sem qualquer tipo de problema, estaríamos tão bem quanto o Apucarana Sports está na competição e com total respeito aos adversários, seríamos um forte candidato a conseguir uma das duas vagas para a segundona ano que vem.

Reiteramos que um dos principais questionamentos dos atletas e da comissão técnica é que ninguém da diretoria araponguense ia até o centro de treinamento para saber o que de fato passava por lá, bem como necessidades nas quais estavam passando.

Reiteramos também a pergunta do texto mais acima: E os novos jogadores? Serão capazes de arcar com a forte pressão para a classificação? Estarão a altura do “ex” time? Enfim… veremos em campo o que acontecerá. Torcemos para que sim.

BRIGA RENATO X ITAMAR

Pelo que percebemos, um dos principais pilares de tudo isso que aconteceu, senão o principal, foi a “briga” entre o presidente Renato e o até então técnico do Arapongas, Itamar Bernardes.

A “briga” referida é que ele (Itamar) não seria o técnico a ser escolhido pela presidência e diretoria. Segundo Renato, Itamar foi contratado pelo presidente da câmara de vereadores de Arapongas, Osvaldo Alves (Osvaldinho) sem consentimento por parte dele. Com isso, Itamar escolheu a dedo seus jogadores, e ainda segundo Renato, os atletas que eram dele sequer tiveram oportunidades no elenco. Alguns desses atletas que foram dispensados serão inscritos nessa semana para terminarem a competição.

ITAMAR JÁ HAVIA QUESTIONADO A DIRETORIA.

Há exatamente um mês, fizemos a matéria na qual o técnico Itamar Bernardes questionava a diretoria do Arapongas.

PRESIDÊNCIA JÁ HAVIA “JOGADO A TOALHA”

Segundo Renato, enquanto Itamar Bernardes estivesse comandando o time, ele não colocaria mais os pés na cidade. E de fato o fez. Qual o motivo?

Além da “briga” citada acima, segundo a diretoria, qualquer eventual problema que acontecia era tratado diretamente entre Itamar e o Grupo de Apoio, sem passar qualquer tipo de informações pela  diretoria, o que causou ainda mais desconforto entre ambos. Renato diz:

eles se achaVAM donoS do clube, tomavam decisões que eu nem sabia. então, já que era assim, já que eram “donos”, que pagassem todas as contas pois eu não ajudaria com mais nada.

Esse poderia ser um dos motivos de todos os problemas estruturais que o clube teve nesta terceira divisão.

GRUPO DE APOIO QUESTIONA A PRESIDÊNCIA

O grupo de apoio questionou inúmeras vezes a falta de comprometimento da presidência. Já foi abertamente declarado que o orçamento previsto para essa competição seria de R$210.000,00 (Duzentos e dez mil reais), sendo que metade seria do grupo de apoio e metade da presidência.

Os salários de Agosto, segundo o grupo de apoio, foram pagos integralmente por eles cabendo a presidência arcar com os vencimentos dos atletas no mês de Setembro, algo que não foi cumprido. O mesmo grupo de apoio falava categoricamente que, uma vez pago os salários, continuaria ajudando normalmente a diretoria na competição.

Contudo, o Grupo de Apoio ainda sem os salários pagos aos atletas, ajudou na medida do possível na alimentação dos jogadores durante o período em que os atletas ficaram no CT. Membros da torcida organizada Fúria Verde também ajudaram os jogadores com gelo e itens para café da manhã pois havia apenas café preto para a refeição.

PREFEITO DE ARAPONGAS DIZ QUE RENATO NÃO AJUDOU NO QUE FOI PROMETIDO

O prefeito de Arapongas Sérgio Onofre, que também é um dos integrantes do grupo de apoio que ajudava o Arapongão, em entrevista para o repórter e apresentador Ismael Barbosa da Equipe Show de Bola como descrito no começo desta matéria, disse que o presidente Renato não arcou a promessa de pagar o que lhe fora concedido.

como que ficam os gestores? iremos bancar uma empresa que é de outra pessoa? ele (renato) não pagou a luz, não pagou o aluguel, não pagou academia, não pagou nada, nada.

A entrevista com o prefeito você poderá ver novamente clicando aqui.

TORCIDA PROMETE PROTESTO

Caso de fato haja jogo neste Domingo, a torcida Fúria Verde promete protestar contra a atual situação na qual o Arapongas se encontra, mostrando um claro descontentamento com tudo que tem acontecido com o clube, e em especial, com o presidente do Arapongas, Renato Sousa Rodrigues. Alguns ex-funcionários do Arapongas E.C. também reclamam do não pagamento de seus serviços prestados para o clube, como profissionais da limpeza, cozinha e transportes.

E AGORA?

O que vimos nessa terceira divisão sobre tudo o que aconteceu e acontece no Arapongas E.C. é digno de filme “hollywoodiano”, com um final ainda imprevisível. Já anunciamos o fim do time, agora a volta, acerto de salário (que fora falado, mas nunca houve), mudança de CNPJ, salários atrasados, falta de camisas de treino e jogos, luz, alimentação, gelo e por aí vai. Quanta coisa, não? Resta aguardarmos o desfecho do final deste “filme”, se é que haverá um final…

Se de fato o time entrar em campo neste Domingo (21), o Arapongas só depende dele para avançar às semi-finais da competição. Basta uma vitória simples sobre o GRECAL para garantir a quarta posição. Caso passe de fase, o clube enfrentará o Apucarana ou o Nacional nas semi-finais. O Apucarana é o líder da primeira fase com 19 pontos, já o Nacional é o segundo com 18. Ambos os times se enfrentam na última rodada em Apucarana.

Vale lembrar que as semi-finais serão em dois jogos de ida e volta, sendo o 1º x 4º  e o 2º x 3º. Caso acabasse hoje, os jogos seriam Apucarana x Arapongas (primeiro jogo no Estádio dos Pássaros e o segundo no Estádio Olímpio Barreto) e Nacional x Grêmio Maringá (primeiro jogo em Maringá e o segundo em Rolândia). Os dois finalistas sobem para a segunda divisão em 2019. Apucarana, Nacional e Grêmio Maringá já estão classificados. Arapongas, Verê e Campo Mourão ainda brigam pela última vaga.

Os jogos da última rodada serão os seguintes: Arapongas x Grecal, Apucarana x Nacional, Verê x Colorado e Grêmio Maringá x Campo Mourão. Todos os jogos estão marcados para o Domingo.

Comentários do Facebook:

comentários